Os Paradigmas de Programação

Quando estamos desenvolvendo um algoritmo podemos abordar a solução do problema sendo resolvido de diversas formas. A cada uma dessas formas de se pensar na solução chamamos de paradigma de programação.

De maneira geral, podemos dividir os paradigmas de programação em dois grandes grupos:

  1. Paradigma Imperativo: onde ensinamos o computador quais os passos para resolver o problema em questão. Java e C# são exemplos de linguagens de programação que seguem esse paradigma.
  2. Paradigma Declarativo: onde passamos as informações sobre o problema que queremos resolver e o computador vai achar a solução do jeito dele. Um exemplo de linguagem que usa esse paradigma é o Prolog.

No nosso curso, iremos focar no Paradigma Imperativo, que também pode ser subdividido em quatro outros paradigmas:

  1. Não-estruturado: é a forma mais básica de se pensar no momento em que criamos um algoritmo. Basicamente usamos as operações elementares: processamento, decisão e fluxo.
  2. Estruturado: é quando juntamos algumas operações elementares e damos uma estrutura para ela. As estruturas que aprendemos são: sequencial, de decisão e de repetição.
  3. Procedimental: nesse paradigma, conseguimos encapsular partes do nosso algoritmo em outros sub-algoritmos.
  4. Orientado a Objetos: aqui já conseguimos encapsular os sub-algoritmos junto com os dados sobre os quais eles trabalham.

Conforme vamos passando do Paradigma Não-Estruturado para o Orientado a Objetos ganhamos:

  • Expressividade no momento de escrever os algoritmos.
  • Clareza no entendimento dos mesmos.
  • Capacidade de reuso de suas partes.
  • Flexibilidade em alterá-los.

Nos próximos posts iremos falar sobre cada um deles com um pouco mais detalhadamente.

2 ideias sobre “Os Paradigmas de Programação

    1. Ramon Chiara Autor do post

      Opa! Que bacana, Heitor!
      Ainda falta muitos tópicos mais para a frente, mas vou escrever um material todo sobre O.O.
      Vai acompanhando!
      Obrigado pelos elogios! 🙂
      Precisando de ajuda, já sabe: manda e-mail.
      Grande abraço

      Responder

Se você gostou do post, tem alguma dúvida ou encontrou algum erro, por favor, deixe uma mensagem! Seu feedback é muito importante!